quarta-feira, 29 de setembro de 2010

SAL

Se eu chorar por dentro,
de gota em gota, quanto eu aumento?
Se eu chorar por fora, para que
isso percebam, quanto demora?
E cada lágrima, o que conta de nós?
Se escorre pelo rosto, que estamos sós?
Se a mim mesmo eu pertenço, porque
das tuas mãos quero um lenço?

2 comentários:

Rafaela Gimenes disse...

Sabe o que é engraçado? Não é só nas lágrimas e no mar que encontramos líquidos salgados.

aushduashduashduahdsuhasd

Se isso fizer sentido, claro.

Igres Leandro disse...

Hahaha. Você colocou o toque de maldade que faltava.