sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

GUARDA

Passatempo
passa o tempo
passa o dia
o minuto
o instante diminuto
a cada mexida do ponteiro
quero guardar inteiro
esse cheiro
esse dia
essa memória
essa história
quero que ainda queime
essa chama
chamada vida

Um comentário:

Rafaela Gimenes disse...

Que bonito. Gosto cada vez mais dos seus poemas. :)